Qual futuro político de Moro? Entra como favorito em 2022? Ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Qual futuro político de Moro? Entra como favorito em 2022? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

28 de abril de 2020 | 06h00

Desde a sua saída do governo Bolsonaro, o ex-ministro Sérgio Moro tem sido apontado como um “player” importante nas eleições presidenciais de 2022. Especialistas analisam que, neste momento, o ex-juiz é o principal adversário de Jair Bolsonaro, mas, avaliam que tudo vai depender de como as acusações e investigações contra o presidente vão decorrer até lá. Enquanto isso, a classe política analisa a chegada de um mais um possível (e forte) candidato, e como ele pode se encaixar no xadrez eleitoral daqui dois anos. Sérgio Moro sai fortalecido desse processo? Quais as chances do ex-ministro em 2022?

Na edição de hoje, vamos debater essas questões com o colunista do Estadão e cientista político da FGV, Carlos Pereira, e com o editor da “Coluna do Estadão”, Alberto Bombig. No quadro “Fique em Casa”, Renata Cafardo entrevista Kim Kataguiri, deputado federal, sobre como está encarando o período de quarentena e autoisolamento.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: