Suspeição de Moro: STF pode tornar Lula elegível? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Suspeição de Moro: STF pode tornar Lula elegível? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

17 de agosto de 2020 | 00h05

O Supremo Tribunal Federal deverá julgar nos próximos meses o processo que trata da suspeição do ex-juiz Sérgio Moro na condenação do ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá. No entanto, a decisão favorável ao petista poderá ter ramificações para as outras condenações. Essa possibilidade é cada vez maior por causa da aposentadoria de Celso de Mello. Dois ministros, Cármen Lúcia e Edson Fachin, já se posicionaram contra o pedido da defesa de Lula. Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes estão propensos a considerar a tese dos advogados do ex-presidente. Neste caso, o fiel da balança seria o decano, que não estará mais no STF, em novembro. Se a votação ocorrer neste período, e houver um empate em 2 a 2, a lei brasileira diz que o réu é favorecido.

Afinal, o que acontece se Sérgio Moro for considerado suspeito? O que muda legalmente nas condenações do ex-presidente Lula? Como seria a volta de Lula ao páreo político em 2022? Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com o professor de Direito Constitucional da GV, Roberto Dias e com o cientista político da Fundação Getúlio Vargas, Eduardo Grin.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.