Vacina obrigatória e o destino de Ernesto Araújo; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

18 de dezembro de 2020 | 00h10

A edição desta sexta-feira, 18, do ‘Estadão Notícias’ discute os principais assuntos que foram destaques na semana e que envolvem os três poderes da República: Executivo, Legislativo e Judiciário. Por isso, convidamos os setoristas que cobrem essas esferas de poder para trazer análises, informações e os bastidores. Entre os temas abordados nesta conversa está o Supremo Tribunal Federal (STF), que se colocou a favor da vacinação obrigatória contra o novo coronavírus. Por 10 a 1, o tribunal entendeu que, em caso de inércia da União, Estados e municípios podem decidir sobre a obrigatoriedade da imunização e até impor restrições para quem se recusar a ser vacinado. A medida, contudo, não significa vacinação à força, sem o consentimento do indivíduo. Além disso, o futuro do chanceler Ernesto Araújo dentro do governo. O ministro colheu uma importante derrota nessa semana no Senado e está pressionado. Bolsonaro estaria disposto a mudar os rumos da política externa brasileira?

Participam desta edição os repórteres do Estadão em Brasília Jussara Soares, que acompanha o Executivo e o Palácio do Planalto, Rafael Moraes Moura, que se dedica ao Judiciário, e Felipe Frazão, que faz a cobertura do Congresso Nacional.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.