Bolsonaro e o PSL vão reatar? Ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsonaro e o PSL vão reatar? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

19 de agosto de 2020 | 00h05

Jair Bolsonaro saiu do PSL colecionando inimigos e dividindo o partido entre aqueles que o apoiavam e os que estavam ao lado do presidente da legenda, Luciano Bivar. O presidente e seus aliados cobravam uma transparência maior da sigla em relação ao fundo partidário. Já os “bivaristas” acusavam o chefe do Executivo de tentar tomar o PSL para si. Com isso, Bolsonaro se desfiliou e anunciou a criação de um novo partido, que até agora não saiu do papel. Mas, para quem tem pretensões em se reeleger, formar uma base eleitoral sólida nos estados e municípios é essencial. Por isso, existe uma possibilidade do presidente retornar ao PSL, mas isso depende de muitas conversas e uma trégua com Luciano Bivar.

Afinal, o que está em jogo nessa possível reconciliação? Quais as imposições para que isso aconteça? Essa volta escancara a falta de comprometimento ideológico? Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com o líder do PSL no Senado, Major Olímpio, e com o cientista político Humberto Dantas.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.