As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ação com câmera escondida mostra atletas paralímpicos em academias do Rio

Campanha de engajamento promovida pelo Comitê Rio-2016 registra reação de frequentadores com desempenho dos atletas

Marcio Dolzan

03 Setembro 2015 | 16h59

Às vésperas de comemorar a marca de um ano para o início dos Jogos Paralímpicos Rio-2016, o comitê organizador da competição lançou uma campanha de engajamento bem legal na capital fluminense. Durante uma semana, três atletas paralímpicos de diferentes modalidades visitaram academias do Rio. E, com câmeras escondidas, o Comitê Rio-2016 registrou a reação dos frequentadores ao verem esses atletas levantando peso, correndo na esteira ou participando de disputas no judô.

Veja como foi:

Participaram da ação Vinícius Rodrigues (velocista, promessa para os 100m e 200m nos Jogos Rio-2016), Lúcia Teixeira (judoca, prata em Londres 2012) e Luciano Dantas (halterofilista, bronze no Parapan de Toronto deste ano)

Félix del Valle, diretor de criação executivo da Ogilvy Brasil, empresa que produziu a peça a pedido do comitê, resumiu: “Mais do que um experimento social, esta ação é prova de que quando assiste de perto a um desses atletas em ação, você realmente se surpreende”.

O marco de um ano para o início dos Jogos Paralímpicos Rio-2016 será na próxima segunda-feira, 7. Um festival será realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Parque dos Patins, no domingo e na segunda para lembrar a data. O evento, aberto ao público, contará com ações culturais e provas paralímpicas.

Mais conteúdo sobre:

esportes; paralimpíadas; Rio-2016