As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Adiada a escolha da empresa que vai operar teleférico do Alemão

Fabio Grellet

20 de julho de 2015 | 20h09

Marcada para esta terça-feira (21), a abertura dos envelopes que definiriam o resultado da licitação para escolher a empresa que vai passar a administrar e operar o teleférico do Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, foi adiada nesta segunda (20).

Três das 12 empresas participantes da licitação apresentaram recursos questionando critérios da seleção. Por isso, a Secretaria Estadual de Transportes determinou o adiamento “para avaliação dos recursos impetrados”. A nova data de abertura dos envelopes será divulgada até o final desta semana.

A operação do teleférico do Alemão segue sendo feita pela SuperVia, que opera o serviço desde que foi inaugurado, em julho de 2011. A empresa foi escolhida sem licitação, porque se tratava de um acordo em caráter experimental. A SuperVia é concessionária do transporte ferroviário no Estado do Rio, e portanto já tinha experiência na área – a estação-base do teleférico, em Bonsucesso, é uma estação de trem. A empresa continuará responsável pelo sistema até a assinatura do contrato com o vencedor da licitação. Hoje o teleférico transporta cerca de 9 mil pessoas por dia.