Após cinco anos, América volta à elite do futebol carioca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após cinco anos, América volta à elite do futebol carioca

Tradicional time do Rio, o América venceu o Americano por 2 a 0 no triangular final da Série B e garantiu o acesso.

Ronald Lincoln Jr.

15 de julho de 2015 | 21h02

Um dos times de maior tradição do Rio, o América garantiu nesta quarta-feira o seu retorno à elite do futebol carioca, ao vencer o americano por 2 a 0 no estádio Giulite Coutinho, em partida válida pelo triangular final da Série B do campeonato estadual. O time rubro volta à primeira divisão de 2016, cinco anos depois de ter sido rebaixado.

A vitória sobre o Americano também resultou no acesso da Portuguesa, da Ilha do Governador – que completava o triangular. As duas equipes decidem o título da competição no dia 25 deste mês, no estádio Luso Brasileiro, casa da Portuguesa.

américaedit

Goleiro Felipe comemora o acesso (Foto: Divulgação)

Em seu elenco, a equipe americana conta com nomes experientes, como o centroavante Somália, ex-Fluminense e Náutico, o atacante Jean, ex-Flamengo, e o meia Abedi, ex-Vasco. Os gols do acesso, porém, foram de Léo Rocha e Ramon.

O tetracampeão Romário, confesso torcedor do América, comemorou o resultado por meio de sua página em uma rede social. “Muito feliz! Meu time América acaba de voltar à Série A do Campeonato Carioca, lugar de onde nunca deveria ter saído e onde se manterá com muito trabalho e fé”, afirmou na publicação.

Em seus melhores anos, o América disputou com Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco a hegemonia do futebol do Rio – ostentando sete títulos cariocas – o último em 1960 – e uma Taça dos Campeões (1982), competição que contava com times grandes do Brasil.

Entre os principais jogadores que figuraram no elenco rubro é possível ressaltar o  lateral-direito Jorginho, revelado no clube, que depois se sagrou campeão do mundo com a seleção brasileira, em 1994, e Edu Coimbra, irmão de Zico.

De volta à Série A do Rio, o América espera alçar voos mais altos, e projeta, em breve, ser competitivo em âmbito nacional. Para isso, além de precisar de uma gestão equilibrada e um bom time, já conta com a simpatia de muitos cariocas, que o consideram seu segundo time.

Mais conteúdo sobre:

Americacariocaromário