Carioquinha 2015 oferece passeios históricos com desconto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Carioquinha 2015 oferece passeios históricos com desconto

Oferta é restrita a quem mora ou nasceu na Região Metropolitana do Rio, mas todos podem percorrer roteiros por conta própria

Fabio Grellet

14 Agosto 2015 | 08h30

Quem nasceu ou mora no Rio de Janeiro ou em outros 19 municípios da Região Metropolitana fluminense poderá, ao longo de agosto, percorrer com desconto roteiros turísticos que incluem atrações históricas dessas cidades. É o projeto Carioquinha 2015, que oferece passeio pela capital e por Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Paracambi, Nova Iguaçu, Queimados, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá. Quem não mora nem nasceu nesses municípios não ganha desconto, mas pode aproveitar os roteiros mesmo sem auxílio das agências de turismo, percorrendo por conta própria os trechos sugeridos.

Sete roteiros envolvem a cidade do Rio e englobam  igrejas históricas (1), a Confeitaria Colombo, incluindo um passeio pelo Centro (2), e as favelas do Vidigal (3), de Santa Marta (4), do Alemão (5), do Turano (6) e, num mesmo passeio, Alemão, Turano e Vidigal (7).

As outras  sugestões de passeio ficam na Região Metropolitana do Rio: em Niterói (1), Rio das Ostras (2), Nova Friburgo (3), Paraty (4), Casimiro de Abreu (5), Macaé (6), Ipiabas (7) e em Cantagalo e Trajano de Moraes (8).

 

CARIOCA5

Sala de casarão cuja visita faz parte de roteiro histórico na Região Metropolitana do Rio (Foto: Divulgação)

Há passeios que saem de graça para os beneficiados pelo Carioquinha, mas a maioria é paga. Em Nova Friburgo, por exemplo, é possível fazer um tour por uma antiga linha de trem e acessar túneis escavados por escravos, para depois ser surpreendido pela visão de uma das quedas d’água mais bonitas do Rio, a cascata Conde D’Eu, que leva o nome do marido da Princesa Isabel e guarda lendas desde os tempos do Império. Esse tour faz parte do roteiro “Nos trilhos da história, da natureza e da cachaça Sinhá Brasil”, que se estende por dois dias (de hoje a 16 de agosto) e custa de R$ 625 a R$ 962 para os moradores do Rio ou de R$ 692 a R$ 1.028 para os demais interessados.

Os roteiros, criados em parceria entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio de Janeiro (Sebre/RJ) e a Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio de Janeiro (ABAV/RJ), pretendem oferecer ao turista experiências inéditas, como fazer parte de uma seresta de rua em Conservatória ou ser recebido por mucamas e sua sinhá em uma autêntica fazenda de café do século XIX, no distrito de Ipiabas. O roteiro “Caminhos do Imperador””, que custa R$ 800 dentro do Carioquinha ou R$ 1.000 para quem não mora nem nasceu no Rio, permite refazer a rota que o Imperador D. Pedro II e a Família Imperial fizeram por diversas vezes quando visitavam as fazendas cafeeiras do Barão de Nova Friburgo, Antônio Clemente Pinto, na região serrana de Cantagalo.

 

CARIOCA2

Espaço Cultura Cantagalo, uma das atrações do roteiro “Caminhos do Imperador” (Foto: Divulgação)

 

“Nossa ideia foi justamente estimular o turismo intermunicipal e gerar novos focos de negócio para as agências e prestadores de serviços locais atendidos pelo Sebrae/RJ”, afirmou o presidente da ABAV/RJ, George Irmes.

 

Detalhes sobre os roteiros podem ser consultados em www.carioquinha.com.br.

CARIOCA3

Visita à Fazenda Boa Vista faz parte de um dos roteiros divulgados no Projeto Carioquinha (Foto: Divulgação)

Mais conteúdo sobre:

Carioquinha; passeio histórico; Rio