Museu do Amanhã firma parceria com grupo inglês de museus
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Museu do Amanhã firma parceria com grupo inglês de museus

Obra que deve ser inaugurada em setembro na zona portuária do Rio fez acordo que vai permitir intercâmbio de exposições

Fabio Grellet

29 de junho de 2015 | 17h20

O Museu do Amanhã, que está em construção no Píer Mauá, na zona portuária do Rio, deve ser inaugurado em setembro e será dedicado a explorar as possibilidades de construção do futuro por meio de experiências imersivas, ambientes audiovisuais e instalações interativas, firmou uma parceria com o Science Museum de Londres para promover o intercâmbio de exposições e equipes e a formação de professores. O acordo foi selado em 26 de junho por representantes das duas entidades.

 

Os governos municipal, estadual e federal divulgaram, em parceria com a Autoridade Público Olímpica (APO), a atualização do Plano de Políticas Públicas - as obras de

Museu do Amanhã, ainda em obras, na zona portuária. (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo)

 

O Science Museum Group é um dos maiores e mais importantes grupos de museus de ciência e inovação no mundo. Com cinco museus na Inglaterra, o grupo recebe mais de 5 milhões de visitantes por ano e dispõe de mais de 7 milhões de objetos coletados em 150 anos de trabalho. A unidade do Science Museum em Londres está entre as atrações mais visitadas do Reino Unido, recebendo mais de 3 milhões de pessoas por ano.

“Estamos felizes em iniciar a parceria com o Museu do Amanhã e com as oportunidades que nascem dessa troca. Ambos temos como objetivo ampliar o conhecimento de ciências para que os cidadãos possam participar de grandes debates sobre o futuro e contribuir para a prosperidade e o bem-estar de nossas nações”, conta a diretora Jean Franczyk.

Para Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, essa parceria vai trazer novas perspectivas e um grande aprendizado. “Os museus do Science Museum Group, em especial o de Londres, são instituições de tradição e prestígio. Para nós, do Museu do Amanhã, esta parceria é um passaporte para começarmos a integrar este grande time, que tem expertise no assunto”, diz.

O documento prevê o intercâmbio de experiências e conteúdo. As duas instituições vão trabalhar em conjunto para promover o conhecimento científico, em eventos como seminários e exposições, além de programas educativos, formação de equipes e atividades na área de ciência e tecnologia. Entre as primeiras ações previstas está a realização de uma exposição do Science Museum no Museu do Amanhã, em 2016.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.