Músico faz campanha na internet em busca de bandolim perdido
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Músico faz campanha na internet em busca de bandolim perdido

Alaan Monteiro, filho do compositor Wanderley Monteiro, deixou no ônibus instrumento que estava com a família havia 30 anos.

Clarissa Thomé

02 Março 2015 | 16h21

Procura-se um bandolim. O músico Alaan Monteiro, de 23 anos, começou uma campanha pelas redes sociais para tentar reaver o instrumento que estava com sua família havia mais de 30 anos. O bandolim foi comprado pelo pai de Alaan, o compositor Wanderley Monteiro, que tem sambas gravados por Beth Carvalho e Diogo Nogueira. Foi fabricado pela Singela Voz, do luthier conhecido como Seu João de Guadalupe.

bandolim1

Alaan Monteiro posa com o bandolim, em 2013. (Foto:Guilherme Feitosa/Divulgação)

“Foi o único bandolim que eu tive. Ganhei do meu pai quando estava com 17 anos. Aprendi a tocar nele”, conta Alaan, que levou o instrumento para apresentações do musical Brasil Brasileiro na recente temporada europeia, se apresentou com ele nas rodas do Samba Sem Alvará, no Bar da Rampa, em Botafogo, e, atualmente, aos domingos, no Bar Semente (aquele em que Chico Buarque deu canja outro dia).

Alaan perdeu o bandolim no ônibus 340 (Praça XV-Curicica), no início da manhã de sábado, quando saía do Samba Luzia, no Centro. Pegou uma carona até a Central do Brasil e, de lá, o ônibus para Jacarepaguá. Adormeceu. Perdeu o ponto. Acordou assustado e desceu correndo.

Deixou sobre o banco o bandolim, guardado em um estojo preto, com listras douradas, da marca Contemporânea. “Procurei no ponto final. Procurei na garagem. Espero que me devolvam, tem muito valor sentimental”, disse Alaan. Quem tiver notícias, pode entrar em contato pelo telefone 21 96451-7307 . Por ora, só lhe resta controlar sua dor, como diz Vida de Compositor, o conhecido samba de seu pai gravado por Beth Carvalho.

Mais conteúdo sobre:

Alaan MonteiroWanderley Monteiro