Polícia Federal apreende carros de Luma de Oliveira
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Polícia Federal apreende carros de Luma de Oliveira

Policiais seguem determinação da Justiça, para garantir valores de indenizações e multas contra Eike Batista, ex-marido da modelo

Carina Bacelar

12 de fevereiro de 2015 | 09h02

A Polícia Federal apreendeu na manhã desta quinta-feira três carros de luxo na residência da modelo Luma de Oliveira, ex-mulher do empresário Eike Batista. Foram levados dois automóveis Toyota Hilux e um BMW X5. Os agentes chegaram por volta de 7h30 da manhã e foram recebidos por Luma. Eike Batista chegou na casa da ex-mulher pouco depois da entrada da PF e não falou com a imprensa. Ele permanece no local.

A operação desta quinta-feira foi autorizada pela decisão do Juiz Flávio Roberto de Souza, da 3ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio. Ela também ja havia determinado as apreensões de ontem, quando a PF levou a lancha “Spirit of Brazil VIII”, avaliada em R$ 30 milhões da residência do empresário em Angra dos Reis, e as de sexta-feira (6).

Eike teve lancha apreendida (Foto: Divulgação)

Eike teve lancha e outros bens apreendidos para garantir indenizações (Foto: Divulgação)

Nesse dia, na residência do empresário no Jardim Botânico, foram apreendidos seis carros de Eike, sendo dois de luxo.Um deles, pertencente ao modelo Lamborghini e utilizado por Eike para decorar sua sala, é avaliado em R$ 2,5 milhões, segundo a tabela Fipe. Nesse dia, um total de R$ 127 mil em dinheiro também foi apreendido, segundo a PF.

 

A decisão judicial determina o bloqueio de R$ 3 bilhões em ativos financeiros e imóveis dos dois filhos mais velhos do empresário (Olin e Thor), da mãe deles e ex-mulher de Eike, Luma de Oliveira, e de Flávia Sampaio, mãe do terceiro filho dele. A determinação tem o objetivo de garantir o pagamento de indenizações  a investidores da petroleira OGX (rebatizada de Óleo e Gás Participações) ou ao mercado de capitais em geral, além do pagamento de multas, em caso de condenação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.