As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Shows grátis no Terreirão comemoram 150 anos da Praça Onze

Velha Guarda da Vila Isabel, grupo Pique Novo e escola de samba Estácio de Sá são algumas das atrações da festa de hoje no centro

Fabio Grellet

11 de junho de 2015 | 09h00

A partir das 19h desta quinta-feira (11), uma festa no Terreirão do Samba, no centro do Rio, vai comemorar os 150 anos da Praça Onze, ponto histórico da cidade.

Haverá shows gratuitos da escola de samba Estácio de Sá, da Velha Guarda Musical da Vila Isabel, dos grupos Pique Novo, Disfarce, Balacobaco, Regente, Pra Valer e Vem na Vibe, do bloco Orunmilá, de Dorina, Marquinho Sathan, Dunga, Bruno Maia, Beto Corrêa, Luis Camillo, Jhonny e Erika.

A festa é promovida pela Prefeitura do Rio em parceria com a Associação de Barraqueiros do Terreirão do Samba.

A praça. Criada em 1810 com o nome do Largo do Rocio Pequeno, a Praça Onze de Junho ganhou esse nome em 1865. Em 11 de junho daquele ano, forças navais brasileiras venceram a Batalha do Riachuelo, travada durante a Guerra do Paraguai contra esse país vizinho.

Nessa época a região da praça era habitada por famílias ricas, que a partir de 1890 começaram a se mudar para os bairros da zona sul. Casarões foram abandonados e logo ocupados por fábricas, manufaturas, cortiços e barracos.

Nos anos 1880 chegaram à Praça Onze muitos judeus imigrantes – um deles, Joseph Villiger, fundaria na Praça Onze em 1888 a primeira grande fábrica de cervejas do Rio: a Brahma.

Nos anos seguintes, ex-escravos passaram a morar ali e transformaram a Praça Onze no primeiro reduto negro do Rio de Janeiro, onde nasceria o samba, entre outras manifestações culturais.

Em 1942, com a abertura da Avenida Presidente Vargas, a Praça Onze foi arrasada pelas obras e quase todo seu espaço foi ocupado. Hoje existe uma estação de metrô com esse nome, como um marco simbólico.

Tudo o que sabemos sobre:

Praça Onze;

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: