Soldados de UPPs integram seleção brasileira militar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Soldados de UPPs integram seleção brasileira militar

PMs do Rio, que já jogaram futebol profissionalmente, vão defender o País nos Jogos Mundiais Militares, em setembro na Coreia do Sul

Fabio Grellet

19 Agosto 2015 | 08h30

Dois policiais militares do Rio – os soldados Endson Rosendo Patriota, que trabalha na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Mangueira (zona norte), e Cláudio Rafael da Silva Bernardino, da UPP Arará/Mandela, na mesma região – foram convocados para a seleção brasileira militar de futebol que vai disputar a sexta edição dos Jogos Mundiais Militares, em setembro, na Coréia do Sul. Eles são os primeiros PMs convocados para essa seleção, que até então era composta só por militares das Forças Armadas. Antes de se tornarem PMs, os dois chegaram a jogar futebol profissionalmente.

PMs futebolistas

Os soldados Endson (esq.) e Cláudio em treino na Urca (Foto: Divulgação)

O soldado Cláudio passou pelo Flamengo, Madureira e Bonsucesso, no Rio, além de Grêmio e Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e Imbituba, em Santa Catarina. Durante o curso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, Cláudio foi selecionado para participar da seleção da Polícia Militar do Rio. Após o bom desempenho durante uma partida contra o Corpo de Bombeiros fluminense, o policial foi convidado para compor a seleção brasileira militar.

 

“ Quando cheguei para treinar estava meio desacreditado, mas vi que o grupo era muito bom. Eles me receberam muito bem e com o tempo e o decorrer do trabalho fui ganhando confiança. Hoje acredito que tenho grande chance de ir para a Coreia como titular. Nós vamos disputar as primeiras partidas com as seleções do Omã, Iraque, Egito e Costa do Marfim. Estas duas últimas são times muito fortes, mas estou confiante”, disse Cláudio.

 

O soldado Endson também jogou em times de base e clubes de divisões inferiores. Como Cláudio, ele foi convocado para a seleção brasileira militar após o jogo contra o time dos bombeiros.

 

“A expectativa é muito grande. A seleção está forte, estamos invictos nos amistosos, ganhamos da seleção da polícia e do time sub-20 do Botafogo”, diz Endson.

 

Os soldados estão integrados à seleção, que treina diariamente na Escola de Educação Física do Exército, na Urca.