As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tijuca e Mangueira vão encerrar desfiles do próximo carnaval

Ordem de exibições foi definida em sorteio. Maioria das escolas já definiu enredos, que incluem sertanejos, malandros e palhaços

Fabio Grellet

10 de junho de 2015 | 19h48

Um sorteio decidiu na noite desta terça-feira (9) a ordem dos desfiles das escolas de samba da elite do Rio de Janeiro no Carnaval de 2016. A primeira escola a desfilar em cada noite já estava definida pelo regulamento, mas a ordem das outras foi submetida ao sorteio. Seis agremiações desfilam a cada noite.

A Estácio de Sá, campeã da Série A (segunda divisão) em 2015, abrirá o desfile na primeira noite, de domingo (7 de fevereiro). Na sequência vão se apresentar União da Ilha, Beija-Flor (a atual campeã), Grande Rio, Mocidade e Unidos da Tijuca.

As apresentações da segunda noite, de segunda-feira (8 de fevereiro), serão iniciadas pela Unidos de Vila Isabel, penúltima colocada no desfile de 2015 (a última, Unidos do Viradouro, foi rebaixada para a Série A). Em seguida vão desfilar Salgueiro, São Clemente, Portela, Imperatriz Leopoldinense e Mangueira.

Após o sorteio, como é de praxe, houve um período de cinco minutos para que os dirigentes das escolas negociassem entre si a troca de posições. A União da Ilha, que inicialmente seria a última do domingo, trocou com a Unidos da Tijuca, sorteada para a segunda posição da mesma noite. A troca foi muito criticada nas redes sociais por torcedores da agremiação insulana.

Enredos. A Beija-Flor vai falar sobre o Marquês de Sapucaí, personagem que dá nome à avenida onde fica o sambódromo. A Imperatriz Leopoldinense vai homenagear a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano. Outra escola a homenagear personalidades será a Mangueira, que vai render loas à cantora Maria Bethânia.

O Salgueiro se inspirou na obra de Chico Buarque para levar à avenida “A Ópera dos Malandros”, que vai discorrer sobre malandros e malandragens. A Portela, do carnavalesco Paulo Barros, vai tratar das grandes viagens da história da humanidade no enredo “No Vôo da Águia, Uma Viagem sem Fim”. A União da Ilha vai abordar a Olimpíada de 2016 no enredo “Olímpico por Natureza, Todo Mundo se Encontra no Rio”.

A Grande Rio prestará homenagem à cidade de Santos. A São Clemente vai apresentar o enredo “Mais de Mil Palhaços no Salão”, homenagem a personagens que ficaram famosos nesse papel. A Mocidade Independente levará Dom Quixote de la Mancha para uma viagem pela história do Brasil com o enredo “O Brasil de La Mancha: Sou Miguel, Padre Miguel. Sou Cervantes, Sou Quixote Cavaleiro, Pixote Brasileiro”.

Unidos da Tijuca, Estácio de Sá e Vila Isabel ainda não divulgaram seus enredos.

Ordem da segunda divisão. Na Série A, a segunda divisão das escolas de samba do Rio, a sequência de apresentações já havia sido definida. A primeira noite de desfiles (sexta-feira, 5 de fevereiro) terá, pela ordem, Acadêmicos da Rocinha, Alegria da Zona Sul, Porto da Pedra, Santa Cruz, Viradouro, Renascer de Jacarepaguá e Império da Tijuca. A segunda noite (sábado, 6 de fevereiro) terá União do Parque Curicica, Paraíso do Tuiutí, Inocentes de Belford Roxo, Império Serrano, Caprichosos de Pilares, Unidos de Padre Miguel e Cubango.

Tudo o que sabemos sobre:

carnavalRio de Janeiro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: