Christian Dunker: fantasias, recalques e palavrões na reunião ministerial
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Christian Dunker: fantasias, recalques e palavrões na reunião ministerial

Morris Kachani

24 de maio de 2020 | 15h53

Assista à entrevista: https://youtu.be/lbAI6gwUz-A

Xingamentos e grosserias revelam fraqueza e impotência dos protagonistas, e não o contrário.

O silêncio dos militares: constrangimento ou consentimento?

Havia um elefante branco na sala, e ele se chamava covid-19. Ninguém de máscara é revelador, havia um consenso negacionista.

O único negro da sala era o mordomo. Apenas duas mulheres, sendo uma delas, Damares, xerife pretensamente, dos costumes.

Quando o senso de subjetividade presidencial entra em parafuso: em um governo que preconiza os valores cristãos, em nome da própria família, vale tudo.

A reunião pode não ter trazido provas jurídicas a contento, para os que desejam o impeachment; mas conteúdo revela desespero de um governo cada vez mais acuado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.