Tabata Amaral: fake news e liberdade de expressão no limbo

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tabata Amaral: fake news e liberdade de expressão no limbo

Morris Kachani

30 de maio de 2020 | 16h38

Por Morris Kachani e Isabella Marzolla

Entrevista com a deputada Tabata Amaral.

Assista à entrevista: https://youtu.be/BAZDkhfuMVY

“Difícil de encontrar um caminho do meio, de acreditar que a gente vai construir um consenso. Não existe país meio democrático”.

“É um governo de fanáticos tentando instalar uma ditadura da ignorância”.

“As investigações vão levar a um pedido de impeachment”.

“Não sou petista mas não consigo como cientista política dar um aval ao que aconteceu em 2016”.

“A preocupação de Weintraub não é com a educação. Ele é um soldado desse governo ideológico. Enquanto isso, as 5570 redes municipais e 27 redes estaduais segue sem nenhuma coordenação nacional neste momento de pandemia. Nada”.

“Fake news requer muito financiamento. Então muitas coisas ainda vão aparecer aí”.

“As plataformas têm condição de limitar o alcance das fake news, elas atuam sobre isso. Mas não têm muita transparência. Não pode ser de acordo com eles, com a vontade deles”.

“Todas as evidências mostram que o Marco Civil não está sendo suficiente para lidar com este momento”

“O usuário precisa ter o direito de saber quando interage com robôs ou conteúdo que é patrocinado; as plataformas precisam ser responsabilizadas”.

Tudo o que sabemos sobre:

Tabata AmaralPDTBolsonaropandemiaFake News

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: