Por que a educação importa?

Por que a educação importa?

Paulo Silvestre

31 de maio de 2019 | 08h09

O ex-presidente dos EUA Barack Obama destacou a importância da educação e dos professores no primeiro dia do VTEX Day, que está acontecendo em São Paulo - Foto: Everton Rosa

O ex-presidente dos EUA Barack Obama destacou a importância da educação e dos professores no primeiro dia do VTEX Day, que está acontecendo em São Paulo

No VTEX Day, que aconteceu em São Paulo nos dias 30 e 31 de maio, Barack Obama foi categórico na importância do ensino. “O poder do professor de inspirar confiança em uma criança é um dos maiores presentes que lhe podemos oferecer”, disse o ex-presidente dos EUA.

Apesar de ser o maior evento de inovação digital da América Latina, o que mais se falou no seu primeiro dia foi sobre educação, com várias homenagens a professores.

Alessandra Hypolito, head do VTEX Day (veja a entrevista abaixo), explicou que o evento destaca o país na transformação digital. “O Brasil tem capacidade e tem estrutura para ser protagonista. E isso só acontece por meio da educação”, disse a executiva. “O principal responsável por isso é o professor.”

“A falha do nosso sistema educacional é não ensinar as nossas crianças o que é importante”, cravou Obama. Segundo ele, “o Brasil tem tanta gente jovem boa que poderia fazer coisas incríveis, se lhe fosse dada a oportunidade”.

É claro que o governo tem um papel essencial para termos uma educação de qualidade, mas esse não pode ser um debate que assistamos de fora. Todos precisam se envolver, unindo-se à escola e apoiando os professores. Sem isso, o Brasil jamais atingirá esse protagonismo.



O 44º presidente dos Estados Unidos foi o destaque do evento. Obama abriu sua participação afirmando que, para ter sucesso, é preciso ter “sorte”. “Sorte de ter as pessoas certas ao seu lado e de poder trabalhar muito”, explicou.

“Para ter sucesso, você precisa tentar coisas diferentes. Mesmo que isso não dê certo, pois nós aprendemos com nossas falhas.” Para ele, a chance aumenta se tiver com você um grupo de pessoas diversificado em gênero, raça, orientação sexual. “Tenha certeza que você tem pessoas que tragam diferentes perspectivas para a mesa”, acrescentou.


 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: