Casamento reduz risco de demência, aponta estudo

Casamento reduz risco de demência, aponta estudo

Rodrigo Martins

19 Outubro 2011 | 16h37

Ser casado ou viver com alguém reduz em 50% o risco de demência e Alzheimer. A conclusão é de uma pesquisa de cientistas suíços e finlandeses publicada na rebista British Medical Journal. Segundo o estudo, divórcio e viuvez, por outro lado, triplicam as chances.

O tratamento preventivo em adultos que perderam seus parceiros poderia reduzir os riscos, diz o autor do estudo, Miia Kivipelto. Segundo especialistas, em 2040, serão 81,1 milhões de pessoas com Alzheimer e demência.

Via Universia

Mais conteúdo sobre:

casamentodemênciapesquisa