‘Águas de Março’ completa 40 anos

‘Águas de Março’ completa 40 anos

Gabriel Pinheiro

09 de março de 2012 | 18h20

Elis e Tom, por Fernando Duarte

Foi em março de 1972 que Tom Jobim, isolado numa casa de campo por recomendação médica, sentou-se ao piano para compor ‘Águas de Março’. A música seria lançada dois meses depois, num CD brinde da revista ‘O Pasquim’. Além de ‘Águas’, o álbum trazia ‘Matita Perê’ e ‘Tempo do mar’, e foi considerado ‘complexo’ pela crítica.

Só dois anos depois desse lançamento é que ‘Águas de Março’ teve reconhecimento do público, com o lançamento da versão cantada por Tom Jobim e Elis Regina, no disco Elis & Tom. O músico a compôs depois de ter decidido parar de beber e fumar, conforme contou o filho Paulo Jobim ao UOL.  Paulo lembra que, quando foi apresentado à música, ficou impressionado com a sua grandiosidade.

No ‘Elis & Tom’, o encarte do álbum, escrito pela pimentinha, dizia: “Ganhei de presente um encontro com Tom. Foram momentos vividos por duas pessoas muito tensas, que só conseguem descontrair através da música”.

 

(Via UOL)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: