Cerveja diminui em 31% os riscos de doença no coração, aponta estudo

Cerveja diminui em 31% os riscos de doença no coração, aponta estudo

Rodrigo Martins

17 Novembro 2011 | 20h09

Boa notícia para quem curte uma cervejinha. Uma pesquisa da Fondazione di Ricerca e Cura, na Itália, aponta que beber cerveja com moderação diminui os riscos de problemas cardíacos em 31%. Estudos anteriores já haviam mostrado que o vinho tinha as mesmas propriedades.

Os pesquisadores reuniram diversos estudos feitos no último ano sobre o assunto. Ao todo, os dados observaram o comportamento de 200 mil pessoas que bebem e os efeitos em seus corações.

Exagerar na gelada, entretanto, tem efeito contrário. “Quando o consumo aumenta, você vê que as vantagens desaparecem, até que o risco fica maior”, explica uma das cientistas, Simona Costanzo.

Via io9