Coca-cola e Pepsi podem causar câncer, aponta estudo

Coca-cola e Pepsi podem causar câncer, aponta estudo

Gabriel Pinheiro

07 Março 2012 | 17h10

Foto: Reprodução

Um estudo publicado pelo Center for Science in the Public Interest (CSPI) revelou novas evidências de que os refrigerantes Coca-Cola, Coca-Cola Diet, Pepsi e Pespi Diet podem provocar câncer. A substância cancerígena é a 4-MI, que dá a pigmentação às bebidas. A seu uso é limitado a uma quantidade que possa causa câncer em 1 em 100.000 pessoas. O estudo da CSPI diz que a quantidade usada nos refrigerantes pode provocar a doença em 4,8 de 100.000.

Um bioquímico da Vanderbilt University afirmou à revista ‘Time’  que o risco dos corantes utilizados na Coca-Cola provocarem câncer, mesmo na proporção maior que o normal, só aconteceria se uma pessoa tomasse 1000 latas por dia. A Coca-Cola também garantiu, num email ao Huffington Post, que a quantidade de 4-MI utilizada em seus produtos é completamente segura.