Há vagas: universidade paga R$ 70 para quem assistir filme pornô

Há vagas: universidade paga R$ 70 para quem assistir filme pornô

Rodrigo Martins

03 Fevereiro 2012 | 00h13

Uma universidade portuguesa está recrutando 60 estudantes para ver pornografia. E vai pagar 30 euros a quem topar, cerca de R$ 70. Tudo faz parte de uma pesquisa sobre impotência sexual.

Os participantes irão assistir filmes pornôs e suas ereções serão medidas e avaliadas. A ideia é “identificar os fatores do risco psicológico que contribuem para a disfunção erétil”, explica o coordenador do estudo, da Universidade de Aveiro, ao Jornal de Notícias.