Maconha legalizada faria EUA economizarem US$ 13,7 bilhões

Maconha legalizada faria EUA economizarem US$ 13,7 bilhões

Rodrigo Martins

17 Abril 2012 | 17h24

Se a maconha fosse legalizada nos EUA, haveria uma economia de US$ 13,7 bilhões por ano. Cerca de 300 economistas, incluindo três que ganharam o Prêmio Nobel, assinaram um documento solicitando atenção para um estudo da Universidade de Harvard, o qual sugere que a legalização da maconha, de imediato, traria uma economia de US$ 7,7 bilhões com o fim da repressão. Se taxada como álcool e cigarro, geraria mais US$ 6 bilhões em impostos.

Os economistas não pedem claramente a legalização da maconha no país, afirma o Huffington Post. Porém, pedem um debate “claro e honesto” sobre os benefícios da legalização, principalmente num momento em que o país possui um déficit de US$ 1,5 trilhões, registrado no ano passado.

“No mínimo, este debate forçará os defensores da atual política a mostrar que a proibição traz benefícios suficientes para justificar o custo dos impostos e as inúmeras outras consequências que resultam da proibição da maconha”, dizem os economistas em documento.

Mais conteúdo sobre:

HarvardHuffington Postmaconha