Maconha não terá mais venda proibida para turistas em Amsterdã

Maconha não terá mais venda proibida para turistas em Amsterdã

Ítalo Reis

01 Novembro 2012 | 18h56

Os turistas que forem para Amsterdã vão poder continuar a visitar os coffee shops em 2013. O prefeito da capital holandesa afirmou que a venda de maconha nas cerca de 220 lojas da cidade não será proibida, conforme a lei aprovada há dois anos no país.

Eberhard van der Laan disse ao jornal local De Volkskrant que tomou a decisão pensando nas consequências da proibição, incluindo o ressurgimento do tráfico de drogas nas ruas. O prefeito citou também que, através do sistema atual, as autoridades têm controle sobre a quantia e a qualidade da erva vendida.

Segundo ele, o 1,5 milhão de turistas não vão simplesmente dizer “sem mais maconha” só porque as lojas vão parar de vender. “Eles vão procurar por toda a cidade. Isso levaria a mais roubos, problemas com falsas drogas e do controle da qualidade”, disse.

Conforme a lei holandesa, apenas moradores residentes no país e registrados poderiam comprar uma cota de maconha legalmente nos coffee shops. O motivo da lei foi o crescente aumento de turistas de países vizinhos que atravessavam a fronteira apenas para comprar a droga.

Com o receio do crescimento no mercado negro, no entanto, o governo autorizou que cada cidade adaptasse a legislação.

via NYT