Menino de 9 anos vira professor em universidade na Ucrânia

Menino de 9 anos vira professor em universidade na Ucrânia

Rodrigo Martins

07 Maio 2013 | 18h31

Vitaly Nechaev é um garoto de apenas nove anos na Ucrânia. Mas já dá aulas de história na Universidade de Cherkassy. Ele demorou a aprender a falar. Só começou após os três anos de idade. Mas, ao descobrir a leitura, seu mundo mudou. Leu muito. Tanto que hoje é professor de história para alunos que têm mais que o dobro da sua idade.

“É um caso único. É ainda um cérebro muito jovem, mas esta criança é muito educada”, afirma o reitor da universidade, Anatoliy Kuzminsky, ao canal norte-americano NBC. “Estou impressionado em como ele se lembra dos detalhes e das datas”, opinou um de seus alunos, Oleh Mishenko. O garoto, dizem, sabe tudo da história do país.

Vitaly tem de subir em uma cadeira para conseguir ser visto pelos estudantes. Sua próxima aula será sobre Kievan Rus, um estado medieval que se desintegrou com a invasão mongol.

Mais conteúdo sobre:

garotoNBC