Morte de Steve Jobs gera 858 mil tuítes em uma hora

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Morte de Steve Jobs gera 858 mil tuítes em uma hora

Rodrigo Martins

05 de outubro de 2011 | 22h49

Tatiana Gerasimenko e Rodrigo Martins

A internet prestou tributo a um dos maiores gênios da tecnologia de nosso tempo. Steve Jobs morreu nesta quarta-feira à noite. E o Twitter, a ferramenta mais rápida quando se trata de espalhar notícias, parou. Literalmente. Em uma hora, nada menos que 858 mil tuítes foram feitos com o termo “Steve Jobs”. A rede de microblogging não aguentou. Caiu ou ficou instável em grande parte do tempo.

Nos Trending Topics, a lista de termos mais falados na rede, seis dos dez assuntos mais comentados eram sobre Steve Jobs, mesmo mais de uma hora após o anúncio oficial do falecimento. Os tuiteiros prestavam condolências, relembravam a ligação do executivo com a Universidade de Standford e a Pixar, estúdio hoje ligado à Disney, que revolucionou a animação no cinema.

Famosos e anônimos usaram Twitter e também o Facebook para deixar suas mensagens. O presidente dos EUA, Barack Obama, foi rápido para mostrar luto. Pelo Twitter, deixou a mensagem “Descanse em paz, Steve Jobs. De todos nós, obrigado pelo trabalho que você tornou possível todos os dias – inclusive o nosso”.

Bill Gates, cofundador da Microsoft e concorrente direto de Steve Jobs, também se manifestou: “Para aqueles de nós que tiveram a sorte de trabalhar com Steve, foi uma incrível honra. Sentirei falta de Steve imensamente”. Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook, deixou a mensagem “Steve, obrigado por ter sido um mentor e um amigo. Obrigado por mostrar que o você constrói pode mudar o mundo. Vou sentir a sua falta”.

Os fundadores do Google também lamentaram a morte de Steve Jobs pelas redes sociais, só que via Google+. “Ele era um grande homem, com conquistas incríveis e inteligência maravilhosa. Ele sempre pareceu capaz de dizer em muito poucas palavras o que você deveria estar pensando antes de tê-lo pensado”, postou  Larry Page. “Em nome de todos no Google e, de forma mais abrangente, na tecnologia, sua falta será muito sentida. Minhas condolências à família, aos amigos e colegas na Apple”, completou Sergey Brin.

Mas é a legião de admiradores anônima, formada por muitos usuários de iPhones e outras tecnologias desenvolvidas pela Apple, que faz ecoar o nome de Steve Jobs na rede:

@lp2u
Morre um ícone que, assim como Bill Gates ou Linus Torvalds, fizeram história no nosso mundo techno-nerd-geek do dia a dia. #RIPSteveJobs

@JRBuzaid
Todos com gadgets Apple …desligue-os por 1 minuto. #RIPSteveJobs

@mokarzel
E lá se foi uma das grandes mentes da nossa era. Um gênio que revolucionou a forma como o ser humano se comunica. Valeu Jobs #RIPsteveJobs

@saulo_prado
É estranha a sensação de não acreditar que alguém possa ter morrido. Parece ser alguém da família ou alguém próximo #RIPSteveJobs

@daniyyelfelipe
Pela Primeira Vez em mais de 1 ano ….. eu vou desligar meu iPod voluntariamente por alguns dias .. em LUTO ! =/ #RIPSteveJobs

Tudo o que sabemos sobre:

AppleFacebookGoogleObamaSteve Jobs

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: