Psiquiatra defende simplificação de diagnósticos

Claudia Belfort

04 de dezembro de 2009 | 08h06

A edição de hoje da Folha de S. Paulo  traz uma entrevista com o psiquiatra David Goldberg (o acesso é permitido somente a assinantes), professor do King’s College de Londres feita pelo repórter Rafael Garcia.

Goldberg  defende uma subdivisão mais restrita de transtornos emocionais como depressão e ansiedade. Ele também alerta que alguns comportamentos normais  acabam classificados como doenças, algumas chegam a receber o rótulo de transtornos não classificados. “Eles (os psiquiatras) veem o mundo por categorias descritas nas grandes classificações, e acho que simplificá-las seria importante para eles e para a humanidade”.

Tudo o que sabemos sobre:

depressãotranstorno psiquiátrico

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.