“Sou, mas quem não é?”

Tutty Vasques

16 de dezembro de 2010 | 06h29

fsdhsNão convidem Gilberto Kassab e Sérgio Cabral para a mesma mesa! O governador do Rio deu agora pra perguntar pros outros, sem mais nem menos, “quem aqui não teve uma namoradinha que teve de abortar?” – assim, na lata! Nem a Marta Suplicy foi tão inconveniente com o prefeito de SP, que não merece ser de novo submetido a esse gênero de constrangimento público. Ninguém merece!

A pergunta de Cabral é, além de indiscreta, dúbia. Afinal, ele está querendo saber quem já teve uma namoradinha que passou por uma clínica de aborto durante a relação ou – menos provável, porém passível de interpretação no texto – quem, um dia, não teve que abortar uma namoradinha pra ficar com outra? Seja como for, não o convidem para a mesma mesa do Kassab.

O governador tem todo direito de combater a hipocrisia política com revelações íntimas, mas daí a se justificar pela prática generalizada do troço, peralá! Não pode sair por aí questionando quem nunca fumou maconha, quem nunca dirigiu pelo acostamento, quem nunca brincou de médico com alguém do mesmo sexo… Deve ter muito leitor desse jornal que nunca fez aborto com a namoradinha, e ninguém tem nada com isso, certo?!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: