Opinião torcida

Tutty Vasques

06 Junho 2012 | 23h08

ilustração pojucanA maneira instantânea como o torcedor do Atlético Mineiro trocou a rejeição pela aprovação a Ronaldinho Gaúcho esclarece, de certa forma, por que todo brasileiro – ô, raça! – tem dificuldade em se reconhecer nas pesquisas: a opinião pública, de maneira geral, não presta!

As enquetes realizadas antes e depois da contratação do jogador pelo Galo teriam decerto resultado muito parecido se aplicadas a palmeirenses, caso a polêmica em pessoa tivesse renascido no Parque Antártica!

Toda torcida perdoa os defeitos de seus ídolos – nada mais explica a devoção dos vascaínos por Edmundo –, mas, sem a desculpa da paixão pelo futebol, tal vício de opinião tem se manifestado ultimamente com frequência na política do País.

O brasileiro, como se sabe, torce hoje em dia por dois grandes partidos adversários nas urnas e, também nesse campo, o desvio de conduta atua sempre na agremiação rival.

Resta saber se, a despeito do ódio recíproco que o ano eleitoral alimenta nas arquibancadas da militância, os tucanos não mudariam de opinião sobre Lula se o PSDB o contratasse até o fim da temporada! E se o PT anunciar FHC como reforço?