85 anos de solidão

Tutty Vasques

01 Outubro 2013 | 00h02

O escritor Gabriel García Márquez não explicou que diabos fazia dia desses na inauguração de um boliche na Cidade do México.

Tampouco esclareceu porque posou com o dedo médio em riste ao perceber que sua presença estava sendo registrada por um fotógrafo.

O mais provável é que esteja inteiramente gagá!