A bandidagem não perdoa

Tutty Vasques

04 de agosto de 2008 | 21h22

Há no crime organizado quem garanta que são exageradas as suspeitas de relacionamento entre Fernandinho Beira-Mar e Juan Carlos Abadia na Penitenciária Federal de Campo Grande.

Traficantes de facções inimigas garantem que eles estavam só ficando.

Só se fala disso nos presídios de segurança máxima.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: