A crise das crises

Tutty Vasques

12 Agosto 2011 | 06h08

ilustração pojucanSe você se distraiu por um instante e perdeu inteiramente o fio da meada da roubalheira, se liga nisso: embora seja uma ONG, o Ibrasi (Instituto Brasileiro de Infraestrutura Sustentável) do Ministério do Turismo é uma espécie Conab do Ministério da Agricultura, que por sua vez é um gênero de Dnit do Ministério dos Transportes – ralos distintos do mesmo erário. Deu pra entender? O resto é fofoca do noticiário!

Cá pra nós, a imprensa não tinha o direito de suspeitar que Marta Suplicy foi ao banheiro do café do Congresso na terça-feira exclusivamente para se livrar de jornalistas em seu encalço. A oposição também não pode agora querer que a ex-prefeita prove o que fazia lá dentro. Se, como já disse, foi ao toalete “porque havia uma necessidade de ir ao banheiro”, que diabos o tal “número 2” do Turismo tem a ver com as calças?

Pobre oposição! Não está dando conta dos escândalos. Sempre que convoca um ministro, a bomba estoura em outro ministério. Precisava uns sete Álvaros Dias mais quatro Demóstenes Torres pra botar a coisa em dia. Se não abrir o olho, ficará pra trás na caçada! Quem vai na frente agora gritando “pega ladrão” é o próprio governo. Repara só!