A fraude que faltava

Tutty Vasques

25 de novembro de 2007 | 14h49

A polícia de São Paulo está enrolando a apuração para não alarmar a população quanto a um possível risco de epidemia de fraudes.

Mas já se sabe que o vampiro de Presidente Prudente é uma farsa tão evidente quanto as adulterações do leite longa vida, do exame anti-doping, do anticoncepcional e da foto do Mário de Andrade.