A juventude está indo pro vinagre!

Tutty Vasques

15 de junho de 2013 | 06h45

reproduçãoUsado pelo pessoal do Movimento Passe Livre como antídoto ao gás lacrimogêneo, o vinagre pode virar o novo vilão da inflação tamanha é a procura pelo produto em São Paulo.

O pior é que tem dona de casa culpando a empregada pelo aumento do consumo doméstico, sem se dar conta de que os filhos deram agora para roubar vinagre na despensa em dias de manifestação na Avenida Paulista.

Quando, enfim, os preços do produto subirem nos supermercados, a salada – que só muito recentemente teve de volta o tomate – sofrerá nova baixa em sua composição original na cesta básica popular.

Ninguém vai morrer por causa disso, mas periga não ter volta para a juventude que está indo para o vinagre. A garotada, como se sabe, se vicia em qualquer coisa!

A criminalização do vinagre será, então, inevitável e, em consequência, logo surgirão por trás das cortinas de fumaça nas ruas do Centro os traficantes vendendo a R$ 15, R$ 20 a dose de vinagre.

Depois não digam que não avisei!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.