A maior arquibancada do Brasil

Tutty Vasques

18 Junho 2013 | 00h03

reproduçãoTem tudo para virar o “caminhando e cantando” dessa geração que pegou carona no aumento dos ônibus para protestar contra tudo-isso-que-aí-está. O jingle da Fiat para a campanha da Copa das Confederações – “Vem pra rua porque a rua é a maior arquibancada do Brasil” – ganhou na voz inflamada do cantor Falcão, do grupo Rappa, força mobilizadora comparável à do manifesto de Geraldo Vandré em ‘Para não dizer que não falei de flores’ no final dos anos 1960.

Já circulam no YouTube vídeos montados com imagens da violência policial da semana passada na Avenida Paulista sobrepostas ao hino involuntário de resistência que o movimento civil pegou emprestado da propaganda na TV: “Vem vamos pra rua, pode vir que a festa é sua, que o Brasil vai estar gigante, grande como nunca se viu, ô-ôô!”
A musiquinha já estava no ar há algum tempo quando deu-se o que nenhum publicitário poderia imaginar: a motivação ufanista do jingle virou trilha sonora da rebeldia.

Vai entender o Brasil, né não?