A musa dos fundos fraudulentos

Tutty Vasques

01 Outubro 2013 | 06h03

Luciane Hoepers/reproduçãoEscândalos políticos no Brasil em geral não dão em nada, mas de vez em quando até que rendem uma capa da ‘Playboy’. Luciane Hoepers – modelo, agente de investimentos e musa do Avaí no Brasileirão de 2012 – já está decerto na mira da revista depois da entrevista que concedeu ao ‘Fantástico’ defendendo-se da acusação de servir de isca para prefeitos em golpe que desviava dinheiro público para fundos fraudulentos de pensão.

A última vez que loura igual – tipo 33 anos, 1,75m de altura, tatuagem na lombar, salto 10 e corpo modelado em academia – despontou no bafond do noticiário político, a ex-assessora parlamentar Denise Rocha saltou para a fama como ‘O furacão da CPI do Cachoeira’ na chamada capa da ‘Playboy’.

Denise RochaPlayboyDepois disso, Denise foi aos programas do Jô, do Amaury Jr., da Luciana Gimenez, do Ratinho, do Silvio Santos até que, no domingo passado, foi finalista do reality show ‘A Fazenda’, da TV Record.

Se não for presa antes, Luciane Hoepers vai pelo mesmo caminho!