A que ponto chegaram!

A que ponto chegaram!

Tutty Vasques

07 de agosto de 2008 | 16h29

reprodução

O crime organizado está precisando urgentemente de um plano de classificação de cargos.

Não pode deixar um gerente de padaria guardando embaixo da cama os quadros de Di Cavalcanti e Lagar Segall roubados há dois meses da Estação Pinacoteca, em São Paulo.

Resultado:

A polícia achou as obras-de-arte e prendeu o padeiro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.