A redenção da cueca

Tutty Vasques

03 de junho de 2010 | 18h04

O cinegrafista que acompanhava a cineasta paulista Iara Lee na frota humanitária atacada por Israel conseguiu salvar imagens do conflito enfiando os cartões de memória de sua filmadora na cueca.

Só aqui no Brasil tal esconderijo é usado sempre para o mal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.