Acredite se quiser

Tutty Vasques

15 de dezembro de 2009 | 00h01

O caso da halterofilista chilena que, sem conhecimento prévio da gravidez, deu à luz a um bebê prematuro em São Paulo pode ser evocado na defesa do governador José Roberto Arruda.

História maluca por história maluca, francamente, é páreo duro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.