Adriano Winehouse

Tutty Vasques

04 Outubro 2012 | 02h19

reproduçãoNuma época em que não faltam clínicas médicas especializadas no tratamento de tudo quanto é maluquice de gente rica, francamente, não dá para entender por que ainda não criaram no Brasil um centro de reabilitação de jogador de futebol desequilibrado. Demanda para isso, convenhamos, não falta!

O próprio Adriano é, mal comparando, uma espécie de Amy Winehouse da bola! A exemplo do que acontecia com a cantora, toda bobagem que o ‘Imperador’ faz ganha maior destaque no noticiário, mas ele não está só: tem tanto jogador de futebol brasileiro quanto roqueiro britânico perdidaços por aí!

A diferença é que no Reino Unido as ‘rehab clinics’ adotam métodos bem mais científicos que as conversas com Zinho no Ninho do Urubu, administradas a cada vez que Adriano não comparece aos treinos.

No último papo, ficou combinado que ele agora terá acompanhamento psicológico indicado pelo Flamengo, mas o ideal seria entregar o caso a uma instituição capacitada a cuidar de toda sorte de comportamentos estranhos no mundo da bola, aí incluídas as recentes perturbações de Ganso (São Paulo) e Jobson (Botafogo).

Quem abrir o negócio primeiro vai ficar rico!