Ah, bom!

Tutty Vasques

18 de maio de 2011 | 08h30

Depois de tomar cascudos de seus chefes militares, o governador Sérgio Cabral deu pra trás na decisão de tirar PMs e bombeiros do armário, com direito a transporte em carro oficial e uso de farda na Parada Gay de Copacabana.

Disse hoje que vai só deixar a porta entreaberta.

Sai quem quer!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: