Ai, que russo!

Tutty Vasques

15 de dezembro de 2011 | 06h43

ilustração pojucanEle é bilionário, dono de mineradora, empreendedor esportivo nas horas vagas, fluente em vários idiomas e presidente de um grupo identificado pelo indefectível ‘x’ na razão social (OneXim). No mais, Mikhail Prokhorov é mais jovem (46 anos), mais alto (2,03 metros) e ainda mais ambicioso que o similar brasileiro Eike Batista para sair por aí comprando tudo que vê pela frente.

(Dizem, também, que o magnata moscovita é mais devasso que o Berlusconi em noite de bunga-bunga, mas isso não vem aqui ao caso).
Nos diz respeito o seguinte:

O Eike Batista russo quer ser presidente da República! Falta-lhe ainda um partido, mas isso não é problema para quem já comprou até um time de basquete da NBA, o New Jersey Nets.

Conhecido como “o russo que quer comprar o mundo”, Prokhorov faz qualquer negócio! Há quem desconfie, inclusive, que, em vez de adversário, ele é um parceiro estratégico de Vladimir Putin para canalizar o voto da classe média insatisfeita com a situação. Não é, enfim, um cara minimamente confiável.

O Brasil devia dar graças a Deus pelo Eike Batista que tem!