Airbag pode causar encolhimento do PIB

Tutty Vasques

19 Dezembro 2013 | 02h13

reproduçãoGuido Mantega deve ter aprendido em casa a relativizar a importância dos airbags. Marina, a portentosa filha do ministro, chegou a usar sutiã 46 antes de reduzir as próteses de silicone para os moldes atuais, tamanho 38. Quem já bateu de frente com ela aprovou!

A discussão sobre a obrigatoriedade da adoção de airbags e freios ABS em todo carro produzido a partir de janeiro no Brasil saiu da órbita da segurança para o mais completo delírio quando o próprio ministro relacionou a exigência ao risco de trombadas com a inflação e o desemprego.

Não chegou a afirmar, mas deu a entender que o uso de airbag provoca encolhimento do PIB, sugerindo nas entrelinhas que ainda é melhor morrer de acidente de trânsito do que na miséria.

Esculachado pelos especialistas em defesa do consumidor – ô, raça! –, Mantega recuou, mas fez um apelo para que ao menos nas Kombis os airbags e freios ABS sejam opcionais. Faz sentido! Quase toda perua Volkswagen acaba pegando fogo sem bater em nada!