Anistia para os humoristas!

Tutty Vasques

28 de agosto de 2010 | 06h55

ilustração pojucan

ilustração pojucan

O fim da censura às piadas com candidatos no rádio e na TV pegou muito humorista de surpresa por aí. Alguns da minha geração – ô, raça! – já até preparavam pedido de indenização à Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, com base de cálculo na pensão já paga aos colegas Ziraldo e Jaguar em função de perseguição política semelhante no tempo da ditadura.

         Precisariam, é claro, de um tempo maior de luta pela liberdade de expressão para fazer jus ao benefício concedido a quem é impedido de exercer o direito de opinião com independência. A liminar do STF que derrubou na quinta-feira o veto ao riso na lei eleitoral abortou, junto, o movimento ‘Humor Sem Censura’.

         É uma pena! A garotada que está começando agora na comédia stand-up chegou a sentir o gostinho de virar mártir das lutas democráticas. Não sei se alguém ali deixou de fazer piadas com quem quer que seja por causa disso, mas, justiça seja feita, ninguém dessa turma foi à passeata de domingo passado pensando em ganhar dinheiro na parada. Rolou mesmo uma causa, entende?

         Sabe aquela coisa de “estão tentando nos calar!”? Danou-se! Agora terão todos que fazer boas piadas com os candidatos. A liberdade tem esse lado ruim, né?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.