Aprendendo a perder!

Tutty Vasques

19 de dezembro de 2011 | 19h46

Já tem corintiano por aí torcendo discretamente para o Timão tropeçar outra vez na Libertadores. Sabe Deus de quanto o atual campeão brasileiro perderia para o Barcelona na final do Mundial de Clubes de 2012.

Mil vezes um acidente de percurso no meio do ano que passar todo o Brasileirão esperando a goleada humilhante que, sabe-se agora, qualquer time brasileiro da atualidade tomaria do carrasco do Santos.

Os meninos da Vila foram os últimos a sonhar em vencer o Barcelona. Quem tiver a chance de novo já sairá daqui inapelavelmente derrotado.
Em um ano, convenhamos, não se aprende a jogar futebol daquele jeito – eis a lição que Neymar não tirou da aula de domingo ao sair de campo com a sensação de ter descoberto a pólvora numa explosão.

O Barça não ensinou ao Brasil nada que todo torcedor já não tivesse visto com a seleção do Mano Menezes em campo: o futebol brasileiro parece medíocre quando confrontado com o melhor do esporte praticado lá fora.

Se a gente está aprendendo alguma coisa, é a perder! Tanto que tem gente preferindo a surpresa da derrota para um Tolima qualquer na Libertadores ao vexame anunciado contra o Barcelona às vésperas do Natal de 2012.