Auto-ajuda presidencial

Tutty Vasques

15 de maio de 2010 | 17h28

Dependendo do resultado da viagem de Lula ao Irã, a diretoria do Flamengo pode usar o episódio para mostrar a seus jogadores que nada está perdido na Libertadores.

Vencer o Universidad de Chile fora de casa na semana que vem não seria tão improvável quanto a hipótese de sucesso da missão do presidente brasileiro hoje em Teerã.

Ou não?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: