Barbada na ABL

Tutty Vasques

20 de março de 2010 | 17h29

FHC, Ziraldo e Ferreira Gullar praticamente desistiram de disputar a vaga de imortal que José Mindlin abriu na Academia Brasileira de Letras.

Outros três pré-candidatos devem jogar a toalha nos próximos dias:

O poeta Geraldo Holanda Cavalcanti, o professor Muniz Sodré e o ministro Eros Grau também não se consideram páreo disputar o pleito com Martinho da Vila.

Só Zeca Pagodinho, que não está a fim, poderia ameaçar a imortalidade do pai da Mart’nália.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: