Barbosa & Lewandowski

Tutty Vasques

14 Novembro 2012 | 02h02

ilustração pojucanAfora tudo isso que dizem sobre a personalização do confronto entre o bem e o mal no julgamento do mensalão no STF, deve haver alguma coisa mais antiga em jogo no duelo Joaquim Barbosa x Ricardo Lewandowski para eles se bicarem com aquela frequência quase infantil no tribunal.

Aí tem!

Uma namoradinha em comum na adolescência, um apelido mal recebido, uma bola de gude desaparecida, uma tachinha na cadeira, um carrinho por trás, um rabo de papel grampeado na capa do outro, sabe Deus por que diabos os ministros se pegam desse jeito.

Tem horas que, data vênia, parece briga de trânsito – ou de vizinhos, de marido e mulher, quase de camelô com guarda municipal…

Não sei se ‘Avenida Brasil’ tem alguma influência nisso, mas relator e revisor falam ao mesmo tempo no julgamento como se estivessem em um almoço na mansão do Tufão.

É sempre o momento mais esperado nas sessões da tarde da TV Justiça. A novela do mensalão aproxima-se do final, mas sua trama principal terá novo palco a partir do dia 22, quando Barbosa & Lewandowski assumem, respectivamente, a presidência e a vice-presidência do STF.

Periga virar a série de maior sucesso da TV brasileira!