Black Rolé Bloc

Tutty Vasques

15 Janeiro 2014 | 00h02

ilustração pojucanNão há movimento ou molecagem de jovens nas redes sociais que a PM não consiga transformar em luta de classes fora de controle da Segurança Pública. Depois das primeiras balas de borracha e bombas de gás atiradas a esmo contra a multidão, até mobilização para “beijar na boca” em shopping vira onda de atos contra a “ação brutal e covarde” e a “discriminação aos pobres e negros” no Brasil. Periga o fatídico ‘rolezinho’ do sábado em Itaquera dar origem ao Rolé Bloc nacional!

Foi mais ou menos assim que surgiu o Black Bloc em 2013: a truculência de vinte homens da tropa de choque contra a molecada mal comportada que protestava contra o aumento das passagens na Praça Roosevelt deu sentido à rebeldia e multiplicou por mil a disposição dos mascarados nas ruas de todo o País.

Tomara que os serviços de inteligência da polícia do Rio estejam pensando nisso às vésperas do ‘rolezinho’ de domingo no Shopping Leblon “em apoio à galera de SP”. Já vimos este filme!