“Bolinha de papel é a…”

Tutty Vasques

02 de junho de 2011 | 10h20

Atingido no rosto por um objeto arremessado em campo pela torcida do Cerro Porteño, Muricy Ramalho ligou do Paraguai para José Serra pedindo o contato do médico que o atendeu quando acertaram-lhe a cabeça.

O ex-governador bateu o telefone na cara do técnico.

Pensou que fosse trote, coisa do pessoal do Aécio fingindo-se de Muricy!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: